PRÍNCIPE DOS ANJOS GABRIEL


Do hebraico, quer dizer Gebher, mensageiro (contou à mãe de Jesus que seu ventre era bendito), Gabriel – A humanidade de Deus O profeta Daniel, viu o príncipe caminhando sobre as águas celestes, que temperam os ardores da serpente ígnea. É o anjo da esperança. No Alcorão, ele aparece como o anjo de guarda do profeta Maomé.

Seu encontro com Deus: mar ou qualquer outro lugar onde haja lagos ou rios.
Representação: fim do inverno
Manifestação: quando o clima é temperado com brisas leves
Dia da semana: segunda-feira
Número de sorte: 9
Letra hebraica: Teth
Planta: erva cidreira ou carqueja

 


Pontos fracos no corpo humano


distúrbios renais (mágoas acumuladas)

dificuldade em assimilar sais (inteligência, assimilar idéias novas)

intoxicação por comida estragada (o corpo é o templo da alma)

problema de pele (sensibilidade, docilidade; facilmente magoada)

reumatismo (ser duro com as pessoas)
Problemas kármicos de saúde: pés (as pessoas próximas não aceitam suas opiniões)

 


INVOCAÇÃO AO PRÍNCIPE GABRIEL (LUA)


Gabriel, Príncipe e Senhor da visão do mundo.

Fazei com que todos os sentidos do meu organismo,

Sejam sempre um espelho da lei Universal de Deus.

Intercedei através de meu anjo guardião,

Que meu pedido dirija-se ao astral,

Da mesma força que fizestes a anunciação para Nossa Senhora.

Gabriel, Príncipe Divino, eu vos saúdo,

Transmutador da natureza,

Fazei com que meu corpo e espírito,

Acumulem a luz de vossa sabedoria.

Fazei-me um ser invisível,

Contra todos meus inimigos, violência ou perigo.

Príncipe Gabriel,

Fazei com que vossas forças,

Dissolvam os plasmas negativos do meu corpo

E da minha família, por luzes cristalinas.

Transmutai todo ódio em amor elevado,

Fazei de mim um intérprete das vossas intenções.

Salve, ó amado Príncipe Gabriel.

Amém.

 


(Gabriel) O elemento da Água está relacionado com o corpo emocional, e de sua depuração resulta a pureza deste corpo. No plano físico, é um grande agente de limpeza e um dos muitos fatores necessários para contrabalançar as condições da atmosfera e da produção agrícola. Sua atividade destrutiva é demonstrada em enchentes, furacões e afogamentos, nos quais perecem homens e animais.

A manifestação de que este elemento, bem como todos os outros podem ser controlados foi demonstrado pelo Mestre Ascensionado Jesus, quando Ele acalmou as águas turbulentas do mar da Galileia.

Os elementais das águas são as ondinas, sereias e ninfas (tritons, náiades).

Ondinas – Vivem nos riachos, nas fontes, no orvalho das folhas sobre as águas e nos musgos. São reconhecidos por terem o poder de retirar das águas a energia suficiente p/ a sua luminosidade, o que permite ao homem, por muitas vezes, percebê-los em forma de um leve “facho de luz”.

Sereias – São elementais conhecidos como metade mulher e metade peixe, delicados e sutis, com o poder de encantar e hipnotizar o homem com seu canto.

Ninfas – São elementais que se assemelham às ondinas, porém um pouco menores e de água doce. Apresentam-se geralmente com tons azulados, e como as ondinas maiores, emitem suas vibrações através de sua luminosidade. A diferença básica entre uma e outra, encontra-se na docilidade e beleza das ninfas, que parecem “voar” levitando sobre as águas em um balé singular.

Assim como os gnomos estão limitados em sua função aos Elementos da terra, as Ondinas, os elementais da água, funcionam na essência invisível e espiritual chamada éter úmido. A beleza parece ser uma característica comum dos espíritos da água. Onde quer que as encontremos representadas na arte e na escultura, são sempre cheias de graça e simetria. Controlando o elemento água – que sempre foi um símbolo feminino – é natural que os espíritos da água sejam com mais freqüência simbolizados como fêmeas. Existem muitos grupos de Ondinas. Algumas habitam cataratas, onde podem ser vistas entre os vapores; algumas, vivem nos riachos, nas fontes, no orvalho das folhas sobre as águas e nos musgos; outras tem o seu habitat nos pântanos, charcos e brejos, entretanto outras, ainda, vivem em claros lagos de montanha. Em geral quase todas as ondinas se parecem com seres humanos na forma e tamanho, embora aquelas que habitam os rios e fontes tenham proporções menores. Normalmente elas vivem em cavernas de corais ou nos juncais à margem dos rios ou das praias. As Ondinas servem e amam sua rainha, Necksa. Elas são antes de tudo seres emocionais, amigáveis para com a vida humana e que gostam de servir à humanidade. Às vezes são representadas cavalgando golfinhos marinhos e outros peixes grandes, e parecem ter um amor especial pelas flores e plantas, às quais servem de maneira tão devotada e inteligente quanto os gnomos. Os antigos poetas diziam que as canções das ondinas eram ouvidas no vento oeste e que sua vidas eram consagradas ao embelezamento da Terra material.


 


De acordo com a Cabala, existem 72 anjos e cada um governa 5 dias do ano. Ao multiplicarmos 72×5 = 360 dias. Portanto, sobram 5 dias.

As pessoas nascidas nesses dias são os chamados “Gênios da Humanidade” e são consideradas especiais e privilegiadas, pois são consideradas divindades kármicas,

Os Gênios da Humanidade são pessoas inteligentes, que tem facilidade em entrar em contato com os 4 elementos da natureza ( fogo, terra, ar e água) e com o mundo dos elementais (salamandras, gnomos, silfos, fadas e ondinas).

Os dias correspondentes aos Gênios da Humanidade são: 05/01, 19/03, 31/05, 12/08 e 24/10.

24/10 – Elemento Água – Dia governado pelas forças das ondinas

Quem nasce nesse dia é muito emotivo e sempre se guia pelos sentimentos, que estão em sintonia com as pessoas ao seu redor. Tem forte intuição e poderes paranormais, e através dessa intuição aprende a trabalhar seus dons paranormais.

É muito persistente e nunca desiste de alcançar suas metas, por mais árdua que seja a luta. Jamais abandona nada pela metade. Não desanima nem se cansa durante uma batalha: resiste a qualquer adversidade e defende o que quer até o fim, em qualquer setor. Suas decisões são muito baseadas nas emoções e em sua intuição, o que o ajuda a realizar grandes feitos pela sociedade. Transmite muita segurança às pessoas ao seu redor.

E o Guardião deste dia é o Arcanjo Gabriel.

 

Gênios da Humanidade são pessoas inteligentes, que levam consigo as forças dos elementos (terra, água, fogo, ar e éter) e dos elementais (gnomos, silfos, salamandras, ondinas e fadas).

Os dias são: 19/03, 31/05, 12/08, 05/01 e 24/10.

Todas pessoas nascidas nessas datas, têm a missão de guardar a humanidade e após ler todos os anjos, poderá escolher aquele com o qual melhor se identificam, ou ainda, pelo horário de nascimento escolher o seu anjo guardião.

Dia 19/03 – elemento éter – signo de peixes – Governa o começo do ano esotérico. Personalidade: tem grande consciência da própria força e magnetismo. Exerce domínio sobre todos. Organizado, com forte senso de dever. Obtém energia quando trabalha em equipe. Jamais esquece dos outros. Está sempre ajudando. Gênio Contrário: domina os impulsos, o egoísmo, a violência, as aventuras amorosas.

Dia 31/05 – elemento ar – signo de gêmeos – Governa as forças dos Silfos Personalidade: está sempre experimentando e começando coisas novas. É um pesquisador curioso e individualista. Adora lidar com coisas que o instigam sua inteligência. É prático e comunicativo, é um “inventor e inovador”. Gênio Contrário: domina a preguiça, natureza dupla e não se fixa a nenhum amor.

Dia 12/08 – elemento fogo – signo de leão – Governa as forças das Salamandras. Personalidade: extrovertido, dotado de grande energia e poder, enfrenta situações difíceis e está sempre superando-as. A energia é a mesma do sol, tem o poder, nasceu para brilhar, é orgulhoso e um trabalhador. Gênio Contrário: domina a estagnação, depressão e o abuso de poder. Não sabe perder, mas aceita a derrota.

Dia 05/01 – elemento terra – signo de capricórnio – Governa as forças dos Gnomos. Personalidade: expõe suas ideias com facilidade, o que o torna uma pessoa de sucesso. Fiel, amigo, é protegido pelos deuses, é justo e um ótimo conselheiro. Gênio Contrário: impaciente, orgulhoso, egoísta e falta de modéstia.

Dia 24/10 – elemento água – signo de escorpião – Governa as forças das Ondinas. Personalidade: emotivo, persistente, com uma intuição muito aguçada, estão diretamente ligados com a paranormalidade. Resistentes a qualquer adversidade e defende sempre tudo que almeja, em qualquer área. Gênio Contrário: ciumento, desconfiado, usa sua potência intuitiva para praticar magia negra.

5 de janeiro – Tsadkiel (Uriel)

Domina as forças dos gnomos. Paciente, com inteligência aguda, tem facilidade em expor as suas ideias, tornando-se assim uma pessoa de sucesso. Fiel, amigo e protegido dos deuses, é perseverante e exerce o poder com exacto senso de justiça. É um excelente conselheiro.

Génio Contrário: Domina a impaciência, o orgulho exagerado, o egocentrismo e a falta de modéstia.

 


ANJOS DA MESMA FALANGE


Damabiah: Deus Fonte de Sabedoria (Tara) 

Manakel: Deus que secunda e mantém todas as coisas (Porá)  

Ayel: Deus, delicia de todos os homens (Bogo)

Habuhiah: Deus Generoso (Depôs)

Rochel: Deus que vê tudo (Deos)  

Yabamiah: Verbo produtor de todas as coisas (Aris)    

Haiaiel: Deus, Senhor do Universo (Zeut)  

Mumiah: (Alfa e Omega)

 

Print Friendly, PDF & Email