ANJO QUERUBIM – LAOVIAH


Laoviah é invocado contra as fraudes e para obter a vitória. Influencia os grandes personagens que marcaram a história e ajuda o homem a obter graças pelo seu talento natural. A ajuda deste anjo será fornecida através das experiências de vida. Ele revela a um adepto autênticas fórmulas mágicas que permitem agir sobre as tempestades e vencer os inimigos, ele domina o prestígio e influência sobre os grandes personagens e todas aquelas pessoas que se tornam celebridades por seus talentos.


DIAS GOVERNADOS PELO ANJO:   30/03  11/06  23/08  04/11  16/01


Coro 2 – Querubins  
Príncipe: Ratziel.
Mundo do coro: 1 – Atziluth, Mundo das Emanações, Arquétipo, espírito – elemento Fogo
Signo: Touro.
Elemento zodiacal: Terra.
Relação/elementos: Agua do Fogo atuando sobre o Fogo da Agua.
Relação/mundos: “He” do Mundo de Atziluth sobre o “Yod” do Mundo de Briah.
Velas:  Amarela em cima e duas azuis em baixo.
Incenso: [Cravo, mirra, almíscar, estoraque, âmbar, louro, aloe vera] e [Noz-moscada, cravo da índia, café].
Letras: Lamed – Aleph – Vô – Yod – Heh
Gemátria: 30+1+6+10+5 = 52 = 5+2 = 7
Arco:  51º a 55º graus da esfera zodiacal.
Invocação por domicílio: de 20° a 25° de Touro ou 12 a 16 de Maio.
Invocação por rotação: de 10 a 11 de Aries: “Yod” ou 31 de Março;de 22 a 23 de Gêmeos: “He” ou 14 de Junho;

de 4 a 5 de Virgem: “Vô” ou 28 de Agosto;

de 16 a 17 de Escorpião: 2º “He” ou 9 de Novembro;

de 28 a 29 de Capricórnio ou 19 de Janeiro: quintessência.

Invocação pelo ciclo diário:   03:20:00 às 03:40:00 a partir da saída do Sol.
Invocação por conjunção:  Quando o Urano se encontra em um dos graus de Júpiter, ou seja, entre 3º a 4º, de 13º a 14º e de 23º a 24º de qualquer signo.
Atributo: Deus louvado e exaltado.
Nome da essência: VITÓRIA.
Nome da Força: Sabedoria triunfante.
Forças em ação: A força de Hochmah que manifesta seus fluxos mediante as pulsações de Hesed.
Sendero: 16, que une Hochmah a Hesed em sua trajetória de ida ou descenso pelas árvore e zodíaco.


Palavras chaves


VITÓRIA, ILUMINAÇÃO, políticos, RENOME, tempestades naturais e morais. CELEBRIDADE, META, para-raios, QUERER, favor dos grandes.

(-) Orgulho, CIÚMES, ambição sem limites, zelos, CALÚNIA.

 


Virtudes concedidas


1º.- Ser sábio como foi o rei Salomão.

2º.- Dá o poder especialmente para os políticos.

3º.- Protege contra as tempestades naturais e morais.

4º.- Celebridade, graça e talento.

5º.- Protege de orgulho, da ambição desmensurada, dos zelos e contra as calúnias.


Escrituras


“S 18:46 (17-47) Vivit Dominus et benedictus Deus meus et exaltabitur Deus salutis meae.

Viva o Eterno: e bendito seja o meu rochedo. Que o Deus de minha salvação seja exaltado. ”

 

 

 


Oração


“LAOVIAH: Deus Louvado e Exaltado.

LAOVIAH: Deus que pereniza as situações

e que dá o prazer do renome aos que vivem em Paz.

Peço que me ajude sacar de minhas entranhas

aquilo que de algum modo possa ser útil a renovação da vida.

Tira de meu passado Oh LAOVIAH!

Apenas aquilo que fale do eterno amor, somente aquilo que seja razoável e justo e, encerre em mim, a complacência no episódico, que se afunda sob o peso das convenções.

Destrua meu orgulho, meus vãos desejos e não permita que os zelos, os ciúmes,

me incitem a prestar falso testemunho.

Que possa, Oh LAOVIAH!, ser um exemplo das virtudes que emanam do Pai.”


Exortação


“Os obreiros do Templo necessitam repouso.

Tua jornada tem sido dura, peregrino, e justo é que agora descanses.

Por isto tenho posto em ti as árvores frondosas que incitam ao repouso

e um público complacente predisposto ao aplauso.

Viva este sonho de celebridade sem inquietudes, sem sobressaltos.

Evoca o teu passado incerto, o prazer e o sofrimento com que um dia te identificastes;

Chama para tua vida as pessoas que foram e as outras que não puderam ser,

recreia-te, com prazer-te nas lembranças petrificadas,

porque e hora de acordar e, embora não estejas longe,

deverás recolher as ferramentas de trabalho e te pôr de novo em caminho.

Só posso oferecer-lhe um alto lá, uma pausa e,

seria lamentável, peregrino, se acreditares já haver chegado.

O oásis não é mais do que um belo dia de vida, um tempo de recreação.

Porque o tempo ainda não é chegado, eis que falta o mais belo: a sua ornamentação.

Para conceber aquilo que há de dar beleza a sua obra,

ainda necessitarei de ti,

já que sem beleza nada és forte e nem verdadeiro.

E fundamental que o sonho não lhe fatigue.

É importante que em teu sonho sejas feliz. ”

 

Oração e exortação de Kabaleb.

A CABALA DE HAKASH BA HAKASH

Filosofia Metafísica Quântica Cabalística – TOMO III

Schemhammephorasch  שם הםףורש

Print Friendly, PDF & Email